Temperatura Basal

"A temperatura basal é uma maneira excelente de conhecer nosso corpo. Muitos mitos (como o da ovulação SEMPRE no 14º dia) caem por terra quando analisamos o nosso corpo. A temperatura basal é aquela que deve ser tirada 12 horas depois de ter ingerido qualquer alimento, depois de seis horas de sono e antes de fazer movimentos ou de sofrer qualquer alteração emocional.

Links de sites onde você poderá marcar sua temperatura diariamente e com a ajuda deles ter uma melhor visão do seu ciclo :

http://www.mamanandco.com.pt/ovulacao/grafico-temperatura-basal.php

http://www.fertilityfriend.com 

Progesterona

Todos os ciclos existe uma "dança" de hormonas" no nosso organismo, e cada um deles faz uma coisa diferente. Para quem mede a temperatura basal, a hormona que interessa é a progesterona. A progesterona é produzida somente após a ovulação, pelo corpo lúteo. O corpo lúteo é o folículo que se rompeu para a saída do óvulo. A progesterona causa um aumento de temperatura, e é esse aumento que conseguimos perceber ao medir a temperatura.
O aumento da temperatura é provocado pela produção de progesterona, que por sua vez, é estimulada pela liberação do óvulo.

Como medir a temperatura

- Medir a temperatura TODOS OS DIAS, E Á MESMA HORA, APÓS NO MÍNIMO 3 HORAS CONSECUTIVAS DE SONO, SEM SE MEXER. Não adianta tirar a temperatura depois de ir à casa de banho, brincar com o marido, abrir a janela, ... por exemplo. É, acordar e medir DE IMEDIATO a temperatura.
- Bebidas alcoólicas, insónias, medicamentos e febre podem influenciar na temperatura. Anotar sempre quaisquer coisas que fugirem ao seu padrão normal de vida.
- Usar o método vaginal para medir a temperatura, pois dá menos alterações.
- Se usar o método oral, lembrar de colocar o termómetro sempre no mesmo local da boca. Se dormir com a boca aberta, este não é um bom método pois dá alterações.
- Anote as temperaturas num gráfico. Pode fazer um no Excel ou usar um site como o
http://www.fertilityfriend.com – é gratuito
- Se o termómetro for analógico prepara-lo de noite para usar de manhã... nada de sacudir o termómetro de manhã.

Como interpretar o gráfico e outras considerações

- Após a ovulação (que se dá em torno de 14 dias antes da menstruação), a temperatura basal da mulher pode aumentar aproximadamente de 0,3 a 0,4 grau e segue alta até o início da próxima menstruação, e caso a mulher engravide, ela ficará elevada durante toda a gravidez.
- O período fértil da mulher tem como duração, de 3 a 4 dias antes da ovulação (quando o ovário expele um óvulo) até 2 dias após a mesma. A razão disto é que os espermatozóides podem sobreviver até 72 horas dentro do organismo feminino e o óvulo até entre 6 a 24 horas podendo excepcionalmente chegar às 48h.
- Quando a temperatura começar a subir quer dizer que se ovulou no dia anterior à subida. A ovulação deve ser confirmada com pelo menos 3 temperaturas.
- A Temperatura pode baixar 1 ou dois dias antes de ovular.
- Se a temperatura subir e se mantiver isso confirma a ovulação.
- Até á data que há-de vir o período mantém-se e mais ou menos alta e geralmente 1 ou 2 dias antes aí sim desce bastante.
- Entre 7.º e o 10º dia após ovulação dá-se a implementação do embrião no útero. Implantação esta que costuma durar cerca de 1 semana.
- Gráfico trifásio: Tem 3 patamares de temperaturas, antes de ovulação, pós ovulação e subida após uma possível implantação.

Fase lútea
- A fase luteal é muito importante e varia de 10 a 16 dias após a ovulação.
- Para a mesma mulher esta fase dura sempre os mesmos dias (mas pode sofrer alterações ocasionalmente) ou seja não interessa a que dia do ciclo ovulamos mas desde esse dia são sempre (por exemplo) 15 dias até ao período aparecer (ou não se houver gravidez).
- Pode sofrer alteração com o uso de indutores de ovulação (como o clomid) e geralmente nestes casos fica mais longa.
- Períodos menores que 10 dias são considerados muito curtos e preocupantes, pois podem impedir que o embrião se fixe no útero. Se sua fase lútea for constantemente curta, é ideal procurar um médico e fazer uma investigação mais completa."